12/06/2013

Resenha - Cinder


Nome: Cinder
No Original: Cinder
Autor (a): Marissa Meyer
Tradutor (a): Maria Beatriz Branquinho da Costa
Páginas: 448
Editora: Rocco
Comprar: Submarino - Siciliano - Saraiva - Cultura
Sinopse: Num mundo dividido entre humanos e ciborgues, Cinder é uma cidadã de segunda classe. Com um passado misterioso, esta princesa criada como gata borralheira vive humilhada pela sua madrasta e é considerada culpada pela doença de sua meia-irmã. Mas quando seu caminho se cruza com o do charmoso príncipe Kai, ela acaba se vendo no meio de uma batalha intergaláctica, e de um romance proibido, neste misto de conto de fadas com ficção distópica. Primeiro volume da série As Crônicas Lunares, Cinder une elementos clássicos e ação eletrizante, num universo futurístico primorosamente construído.

Desde que conheci Cinder no Goodreads ano passado fiquei intrigada com a mistura dos gêneros. Distopia com ficção científica que ainda faz ilusões a personagens de contos de fadas. Muitos elementos que se não fossem usados com cuidado poderiam resultar em uma mistura trágica. Foi com imensa felicidade que soube que a Rocco lançaria o livro e por isso não hesitei em solicitá-lo. Marissa Meyer não só conseguiu uma história única e criativa como fascinante, bela e intrigante. Um bálsamo de inovação em tempos de tão pouco coisa realmente nova.

Cinder é um ciborgue, um ser humano que por danos severos foi cirurgicamente operado e completado com peças eletrônicas e um sistema de computação que controla vários aspectos de seu corpo, além de funcionar como um computador embutido integrado a rede. Cinder se considera uma aberração. Vivendo em Nova Pequim em um pequeno apartamento com a madrasta e duas irmãs Cinder é uma excelente mecânica. Trabalha no mercado e vê todo seu dinheiro ir para a madrasta. A vida de Cinder toma um rumo inesperado quando recebe o príncipe Kai em sua banca, com um androide defeituoso em mãos. O modelo é velho e o príncipe quer sigilo sobre o conserto. Cinder aceita consertar o velho androide mesmo sabendo que Kai mentiu sobre o motivo da urgência. Nesse mesmo dia o caos varreu o mercado quando a dona da banca de pães foi recolhida pelas autoridades. Mais uma vítima da letumose, doença fatal que varre a Comunidade. Vítimas aparecem de forma aleatória por todo o mundo. Os desafortunados são recolhidos pelas autoridades para morrerem isolados. Cinder retorna para casa assustada e ainda tem que enfrentar Adri, que prepara as filhas para o baile imperial. Com mais uma de suas desculpas Adri não vai deixar ela ir ao baile. Peony, sua meia-irmã mais nova querendo fugir das chateações da mãe sai com Cinder em busca de peças no ferro-velho quando o impensável acontece: Peony está contaminada.

Com medo e impotente Cinder vê a melhor meia-irmã ser levada para morrer. Culpando-a e como meio de punição Adri oferece Cinder como cobaia de testes para a cura da letumose. Levada a força, será usada e desmontada. Cinder não imagina o que vem por ai e como sua vida vai mudar para sempre...

Para dizer de forma simples a base do enredo é essa, afinal de fosse discorrer sobre todos os pontos fascinantes do livro ficaria longo demais. A história de Cinder e do mundo é desenvolvida de forma cadenciada e harmoniosa. Meyer construiu uma história com várias vertentes e introduziu pouco a pouco uma trama intrincada e bem articulada que passeia com destreza pela ficção científica, trata de intrigas políticas, preconceitos e constrói um universo distópico fascinante e único, com sub tramas interessantes e interligadas. A ambientação é rica e vívida sem mencionar inovadora. Desde a Comunidade Oriental passando pelo cenário mundial que sofreu graves alterações até a surpreendente população Lunar.

Cinder é uma protagonista forte, inteligente, independente, mas dolorosamente consciente de sua condição sendo até muito dura consigo mesmo e com uma personalidade que confere a sua narração um tom realista e perfeito para revelar ao leitor esse futuro assombroso da raça humana. Como ciborgue Cinder está em uma das classes mais baixas de ser vivente, sendo desprezado pelos humanos e sofrendo diariamente com sua condição "monstruosa". O desenrolar da história é um revelar para Cinder. A autora acertou ao lançar pouco a pouco as peças da trama entrelaçando a história do príncipe Kai a de Cinder de maneira genuína. Uma heroína que não deixou seus sentimentos interferirem no seu julgamento, mesmo sofrendo enxerga com clareza as escolhas que cada um tem de fazer. Os personagens são todos muito bem delineados, com personalidades cativantes e que conquistam o leitor de primeira. Sendo notável a delicadeza com que Meyer desenvolve a androide Iko e mais ainda beleza solitária, quase triste que dá a Cinder em suas ações e relacionamentos.

Leitura rápida, instigante e enternecedora que nos prende de maneira única. Universo denso com personagens complexos e história refrescante. Meyer utilizou muito bem a estrutura do conto de fadas e nos presenteou com uma Cinderela ciborgue imperdível. Com um final que deixe qualquer um morrendo de ansiedade e cheio de perguntas, e querendo mais detalhes desse futuro assombroso. A edição da Rocco está ótima, mantiveram a capa e a tradução conseguiu transpassar o ritmo da história. A história ficaria belíssima nos cinemas e estou torcendo para que a negociação do filme seja completada. Recomendado a todos! Criativa, inovadora, madura e interessante. Um misto harmonioso de futuro distópico, ficção científica, romance, ação e bons personagens. Leiam e se surpreendam! Até mais!

Crônicas Lunares - Marissa Meyer
1- Cinder
2- Scarlet
3- Cress
4- Winter

39 comentários:

  1. Uau! Eu achava o título e a capa intrigante, mas não sabia ao certo do que se tratava e uau! Eu adoro esse lance de ciborgue e tal desde que assiste Battlestar e fiquei curiosíssima para ler depois que você falou que ela é um ciborgue! E gente um livro em Nova Pequim? Cenário diferente, sci-fi, distopia, preciso ler esse livro! Amei a resenha, ótima como sempre, beijos!

    ResponderExcluir
  2. Ei! Faz umas semanas que não comento aqui e é ótimo voltar com a resenha de Cinder. Estou doida com esse livro desde que soube que era tipo um conto moderno com Cinderela e outras personagens. Sua resenha só confirmou que o livro é ótimo. Adorei saber que é inovador não só pela personagem. Povo lunar! Naves espaciais, cultura chinesa e uma personagem kick-ass, demais! Adorei sua resenha, mas ela me deixou mais ansiosa ainda, =D

    ResponderExcluir
  3. Que legal! A capa desse livro é linda! Estou adorado ver essa junção de Conto de fadas e distopia que está surgindo nos lançamentos! Amo demais essa formulinha: " Leitura rápida, instigante e enternecedora que nos prende de maneira única. Universo denso com personagens complexos e história refrescante."

    Ta querendo me fazer falir né Yasmin! Só pode, com essas resenhas incríveis!

    Garota das Letras - http://garotadasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. O livro me chamou muito a atenção tambem por conta dessa mistura toda de elementos. Quando vejo algo tão diferente e original, tenho uma vontade louca de ler! Espero ter um exemplar em mãos logo, assim posso vivenciar a historia maravilhosa que voce apresentou! Amei a resenha.

    Beijokas
    escolhasliterarias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. EU ACHO A CAPA DESTE LIVRO A COISA MAIS INCRÍVEEEEEL!
    Esta ideia de Cinderella ciborgue me pegou também, parece ser uma história bem interessante. To ansiosíssima para ler.

    ResponderExcluir
  6. a capa deste livro é incrível! foi a primeira coisa que me interessou no livro da primeira vez que vi. a história parece ser bem legal misturando contos de fadas e ficção cientifica distópica. será que nos próximos livros aparecerão outras princesas ciborgues?

    com muita vontade de ler!

    ResponderExcluir
  7. Esse livro e pareceu muito interessante. Um novo tema para uma nova trilogia. Só basta saber se vai pegar.

    ResponderExcluir
  8. Eu me interesse de cara pelo livro pela originalidade dele. Adorei esse tema de cinderela futurista e distópica. E adorei mais ainda por ser uma série, seria desperdicio uma obra tão diferente não ter uma continuação.!

    ResponderExcluir
  9. Eu também vi esse livro no Goodreads e achei a capa bem legal e a sinopse também. Agora encontro ele em seu blog e a boa impressão que tive dele continua.Gostei muito da resenha.

    ResponderExcluir
  10. Desde que você postou que o livro seria lançado aqui no Brasil no blog eu fiquei curiosa, li a sinopse e me apaixonei. Adorei a ideia da autora e estou doida para poder ler o livro, sua resenha só ajudou com isso, aliás, ela ficou ótima, parabéns!

    ResponderExcluir
  11. O sapato de "cristal" vermelho na capa deixou-a perfeita! Combinou perfeitamente com o título também! A ideia de uma Cinderela ciborgue em um mundo cientifico atrai com certeza a atenção! Apesar de ser um livro "grande" pela crônica da para notar que ele é do tipo em que nos perdemos nas páginas e devoramos a estória!

    ResponderExcluir
  12. Ciborgues, distopia e contos de fada clássicos? Me arrependo de não ter dado atenção a Cinder quando vi a capa! Sequer tinha parado para ler a sinopse, ou pelo menos não me lembrava dela e depois de uma resenha dessas, me pergunto quanto tempo ainda terei de esperar para ter o dinheiro e comprar toda essa série. Aliás, fico imaginando como uma história que tinha tudo pra ser redondinha em um só livro, é, na realidade, uma série.

    A capa é maravilhosa e eu vou correr para alguma loja virtual para encontrar esse livro. Valeu a recomendação e parabéns pela resenha, está ótima!

    ResponderExcluir
  13. Esses é um dos livros que eu to mais ansiosa pra ler no ano! Envolve tantos temas que eu sou apaixonada, distopia, ficção científica.. diferente dos temas geralmente abordados. Fiquei feliz em saber que é uma série, pretendo ler em breve! Amei sua resenha :)

    ResponderExcluir
  14. Estou apaixonada com essa capa e é um dos livros que mais quero ler esse ano. Não acredito que já lançou e vou rezar para lançarem o próximo rápido e assim poder ler os dois um atrás do outro. Sua resenha me deixou com mil vezes mais curiosidades. Androides, ciborgue, pessoas lunares, a mitologia parece mesmo rica e nova. Amei sua resenha! Vou torcer para o sorteio sair logo, hehe Abraços!

    ResponderExcluir
  15. A capa é realmente linda, e a resenha está ótima também. Parece ser muito interessante, eu adoro sci-fi, distopia e releituras de contos de fada (quando bem elaboradas). Quero ler!

    ResponderExcluir
  16. A capa é linda. E a história, NOSSA!!! Original, interessante, cheia de aventura. Pela sua resenha o ritmo do livro e a forma que é escrito também são maravilhosos!! Eu preciso ler esse livro, parece perfeito!!

    ResponderExcluir
  17. Esse livro deve ser realmente muito bom! O que eu tenho lido em blogs sobre ele são só elogios. Isso só fez eu procurar mais sobre ele e cada vez mais querer comprar esse livro. Se eu não tivesse evitando de comprar livros, porque estou cheia deles pra ler, eu teria comprado, mas eu acho que eu vou abrir uma exceção pra esse e comprar logo!

    ResponderExcluir
  18. Como sempre o que chamou a atenção foi a capa, perfeita. De uns tempos pra cá vim lendo variadas resenhas sobre este livro o que só fez aumentar a minha vontade de ler, a história em si te faz querer devorar o livro.

    ResponderExcluir
  19. Que maravilha estou doida pra ler essa adaptação de Cinderela, desde que chegou nas minhas um marcador do livro que achei lindo e procurei resenhas sobre ele, nossa super sua resenha, estou querendo muito esse livro que mistura vários elementos que eu gosto.

    ResponderExcluir
  20. Super legal essa proposta de livro, eu amei essa ideia da nova versão! E ficou muito legal pelo jeito. Pode falar, é de virar favorito não é? Ai que demais! *-*

    ResponderExcluir
  21. Apesar de não ter me interessado pelo livro quando vi pela primeira vez, assim que descobri sobre o que se tratava já estava doida por ele (sim, eu sou lerda e não percebi que envolvia a história da Cinderela rs). E agora lendo a resenha, simplesmente preciso desse livro!
    Tem tantos elementos diferentes que, realmente, se não forem bem conduzidos acaba virando bagunça, mas fico feliz que a autora soube conduzir bem.
    O tipo de história lembra um pouco a de The Adoration of Jenna Fox (livro que eu amo), mas acho que elas seguem por caminhos totalmente diferentes.
    Adorei a resenha.
    Obs: Sério que o nome da madrasta é Adri? Sinto que vou estranhar um pouquinho, nunca li nenhum livro com meu nome antes rs.

    beijos,
    Adri Brust
    http://stolenights.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. O livro é diferente e interessante. Gostei da premissa e vou gostar mais ainda ao lê-lo com calma. Amei a resenha e me deixou muito feliz,pois pensava mesmo em ler. Beijos.

    ResponderExcluir
  23. Olá,já tinha visto esse livro,mas pra falar a verdade a capa não me chamou muita a atenção,mas fiquei curiosa e li sua resenha que me surpreendeu bastante.Adorei a história e espero lê-lo em breve.bjos'

    ResponderExcluir
  24. É bem diferente do que pensei! Uma Cyber-Cinderela! Adorei, concordo com você que pelo enredo daria um ótimo filme, mas nunca torço por isso pois na minha opinião os filmes banalizam as belas histórias criadas. Vou colocar na minha lista!

    ResponderExcluir
  25. A capa chamou minha atenção apesar de simples, mas pela fonte bonita e pelo contraste. Não sabia que se tratava de uma fusão de conto de fadas com distopia. Adorei a resenha e adorei os títulos dos próximos, bastante curiosa para conhecer. *=*

    ResponderExcluir
  26. Quero muito ler esse livro. Adorei a ideia de uma releitura da Cinderela sendo uma ciborgue! Muito original!
    Achei a capa lindíssima!

    ResponderExcluir
  27. O livro parece conter uma narrativa bem criativa, com uma visão diferente de distopia envolvendo o conto da Cinderela, que me deixou curiosa para ler.

    ResponderExcluir
  28. Achei perfeita e maravilhosa a capa do livro. Ele possui uma ideia nova, um pouco distinta das que me acostumei a ouvir falar, um tanto quanto original. Amei sua resenha, depois da sinopse, ela me instigou ainda mais o interesse em ler este livro.

    ResponderExcluir
  29. Oi flor!
    Como não se interessar por um conto de fadas cibogente. oi???? Isso mesmo! Uma Cinderela… meio robô!
    Toh louca pra saber como irá ficar o romance…
    Quero muito ler
    Bjus

    ResponderExcluir
  30. Acho essas novas adaptações de contos de fadas clássicos bem legais, mas ao mesmo tempo bem perigosas. O bom é que a mistura dessa vez também deu super certo. Pegaram muitas coisas que gosto bastante, e fizeram uma bela mistura que deu liga. Me amarro em distopias, em contos de fadas e ficção científica, ou seja, não tem como não se interessar por um livros desses.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  31. Desde que vi o lançamento quis ler só pela capa e pelo nome (pois vi que tinha a ver com conto de fadas), mas pela sinopse fiquei meio na dúvida se iria gostar pela mistura com ficção científica, ciborgues... Li algumas resenhas e todas foram super positivas, mas um pouco confusas quanto à história em si. Adorei a sua resenha, foi a melhor que li até agora!! Quero ler o livro, ainda mais que li que os próximos da série fazem alusão a outros contos de fada!

    ResponderExcluir
  32. Esse livro é muito diferente de tudo o que eu já ouvi falar. Criativo, uma ótima distopia, a capa me chamou muito a atenção.

    ResponderExcluir
  33. Esse é um livro que estou muito curiosa para ler.
    Apesar da gente ficar um pouco com o pé atrás com as remodelagem que os autores fazem com histórias bem conhecidas, Cinder parecer ser ótimo, e já começa com uma protagonista ciborgue, bem original! E pela resenha já deu pra notar que a autora pegou somente alguns pontos dá história da cinderela, ou seja, o restante deve ser totalmente inovador.
    A capa é lindíssima, uma coisa meio disney futurista rs.
    Adorei a tua resenha, me deixou com mais vontade de ler e com gostinho de quero mais.
    Realmente eu preciso desse livro A-G-O-R-A! rs

    ResponderExcluir
  34. Na primeira vez que vi este livro não senti muita vontade de lê-lo, mas depois vi umas resenhas dele e me interessei. Parece ser realmente bom. Estou curiosa para lê-lo ainda mais depois dessas 5 estrelas.

    Beijos =D

    ResponderExcluir
  35. Quero ler este livro assim que possível, pois me pareceu bem interessante essa mistura de ciborgues com a história da Cinderela.

    ResponderExcluir
  36. Gosto de histórias baseadas em contos de fadas, e faz tempo que quero ler esse livro *.*
    Só não leio ainda, pq quero ler os livros que fizeram adaptação pro cinema (quero ver o filmes, mas preciso ler o livro antes)

    ResponderExcluir

Respeito é bom e eu gosto.
Não use palavras grosseiras, seja educado.
O blog é um lugar amigável, aja de acordo.